Header image  
COMO LIDAR COM RECURSOS NATURAIS  
line decor
   - União Protetora do Ambiente Natural - UPAN
line decor
 
 
 
 



ORIGEM DA IDÉIA DO LIVRO


Durante os trabalhos do 1º Simpósio Brasileiro de Incineração, realizado pela Upan em dezembro de 2005, foi recorrente entre os participantes a menção à carência de ferramentas conceituais de auxilio aos administradores municipais quanto à gestão de resíduos. Para colaborar com informações nessa área a Upan organiza esse livro.

Este livro se destina ao governo nos diversos níveis, em especial aos administradores municipais de resíduos e órgãos ambientais, mas também às ONGs e universidades. Não é um manual de gestão de resíduos, mas pretende auxiliar nas decisões com informações atuais sobre política ambiental, conceito de gestão de resíduos, planejamento, estudos de caso e legislação, entre outros. Para tanto envolveu autores brasileiros e internacionais das áreas de: sociologia, engenharia, política, comunicação social e ecologia. Relata experiências nos modelos de gestão de países, como China e Alemanha, bem como de cidades, como Buenos Aires e São Leopoldo. O livro junto com a sua contrapartida virtual, esse site, apresenta tecnologias aplicadas à gestão de resíduos, experiências na implantação de sistemas de coleta seletiva e reciclagem, bem como implantação de restrições legais ao uso de materiais de difícil reciclagem nos produtos e mecanismos para alcançar a economia circular. Também aborda o aspecto social das comunidades que vivem dos resíduos, políticas para a melhora de suas condições de vida junto com o desenvolvimento das políticas de resíduos.

A publicação deste livro pretende auxiliar na gestão dos resíduos urbanos, vindo a se somar aos esforços governamentais para atingir as metas do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), que em relação quanto à destinação adequada do lixo são:

  • % de domicílios atendidos em 2005:            36%
  • Meta para 2010:                                            47%
  • Acréscimo de domicílios 2007 – 2010:         8.900.000
  • Acréscimo de pessoas  2007 – 2010:          31.100.000
Alinhada à Lei de Saneamento Básico (11.445/07), sancionada a 05.01.2007 pelo Presidente da República e publicada no D.O.U de 08.01.2007, a publicação aqui proposta colabora para qualificar os investimentos em saneamento ambiental no âmbito do PAC, cujo valor total previsto para o setor é de R$ 40 bilhões entre 2007 e 2010.
 
 

 

A gestão de resíduos está deixando de ter o foco somente nos resíduos já produzidos. Na realidade, os resíduos são apenas a ponta do iceberg: o problema verdadeiro está no uso exagerado e insustentável de recursos e energia. Os resíduos sinalizam para a insustentabilidade de nosso modo de produção e consumo por um lado, e por outro representam uma divisão da sociedade: aqueles que consomem muitos recursos e produzem muito lixo, e aqueles que sobrevivem do lixo.

Nesse livro são discutidos e apresentados conceitos e teorias atuais sobre gestão de resíduos, meio ambiente e desenvolvimento sustentável. Também apresentamos alguns casos práticos de como países e municípios estão abordando esse problema. Longe de apresentar uma solução ou de ter produzido um guia de gestão de resíduos, esse livro pretende contribuir ao debate por uma Política Nacional de Resíduos Sólidos no país, que desde 1991 está em tramitação na Câmara dos Deputados em Brasília. Como peças centrais e fundamentais para concretizar a sustentabilidade econômica, social e ecológica, figuram as mudanças culturais, para modos de vida sustentáveis, e as inovações tecnológicas.